Casan totalmente técnica

Pela primeira vez em 47 anos de história, a diretoria da Casan foi formada por um perfil exclusivamente técnico, e não mais político. O resultado dessa mudança apareceu rapidamente: nos primeiros seis meses, a nova gestão já trouxe uma economia superior a R$ 13 milhões com a revisão dos principais contratos de serviços e redução de gastos, dinheiro que será aplicado em investimentos nas redes de água e esgoto.

Celesc passa a ter a segunda menor tarifa do Brasil

De 22 de agosto de 2019 a 21 de agosto de 2020, a Celesc tem a segunda menor entre todas as concessionárias de distribuição de energia do país. Os novos valores foram anunciados pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), e as reduções para a empresa catarinense chegam a até 9,77%. O valor do reajuste é diferenciado para cada classe de consumo e o efeito tarifário médio ao consumidor será de -7,80%.

Celesc está investindo R$ 1 bilhão em 2019

Desde o início do ano trabalhando com um novo modelo de gestão, a Celesc conta com um orçamento de R$ 1 bilhão em 2019. Mais da metade dos recursos está sendo aplicada para ampliação, operação e manutenção do sistema elétrico, para onde serão destinados, até o fim do ano, R$ 595 milhões. Os investimentos no sistema de distribuição incluem, entre outras ações, a construção de sete novas subestação, ampliação de 13 subestações e a transformação de 618,5 quilômetros de rede monofásica para rede trifásica.

Nova subestação dá segurança energética para Brusque e região

Com investimento de R$ 7,8 milhões, Brusque ganhou a terceira subestação elétrica da cidade. A estrutura, construída pela Celesc, está localizada no bairro São Pedro e vai garantir um incremento de 25% na disponibilidade de energia na região dos municípios de Botuverá e Guabiruba, além de parte de Brusque. O empreendimento viabiliza a infraestrutura de energia adequada para a ligação de novas unidades consumidoras de grande porte e oferece mais confiança ao fornecimento para o mercado.